Smartphone novo, fixe! E que o fazer com o velho?

Nos últimos anos tornou-se hábito, de tempos a tempos, comprar um telefone móvel. Quando esses dispositivos eram apenas telemóvel ou pouco mais, a coisa era simples, o preterido era abandonado numa gaveta ou numa caixa de coisas electrónicas, ou algo parecido, e prontes, o problema ficava resolvido.

Nos dias que correm é mais difícil desprezarmos o telemóvel velho, porque até não é muito velho, nem é um telemóvel, ou melhor, não é apenas um telemóvel, é um smartphone, nome pomposo que atribuímos aos nossos computadores de bolso que também fazem chamadas de voz, tal como faziam os telemóveis.

Se o smartphone velho não está avariado ou com danos graves, abandoná-lo lá por casa é uma perfeita tolice. Como foi referido anteriormente, o smartphone é um computador ultra portátil. É leve, pequeno e muito poderoso. Mesmo depois de desactivado como telefone ainda podemos fazer uma panóplia de coisas com ele, senão vejamos:

GPS para caminhadas, passeios de bicicleta e viagens de automóvel

O smartphone utilizado com GPS tem logo à partida um senão, a bateria. No entanto, o nosso smartphone velho já não é utilizado como telemóvel, dispondo assim de mais carga disponível para o GPS. As aplicações de que não precisamos podem ser desinstaladas ou desactivadas. As notificações também podem ser desactivadas. As aplicações que consomem bateria com o ecrã desligado podem ser resumidas apenas às aplicações do sistema e à aplicação que usará o GPS. O Wikiloc é uma excelente alternativa para as caminhadas, o Strava outra para quem gosta de pedalar e o Meo Drive para quem o utilizar no carro. Todas estas aplicações são grátis.

Controlo remoto da sua TV ou Box

Não será necessário desenvolver muito esta possibilidade, deixamos aqui algumas recomendações: MEO Remote, IRIS Remote. Quanto às TVs tem diversos na Google Play, desde os universais até os específicos das marcas.

Câmara de filmar de segurança

Seja para verificar se está tudo bem com o bebé, seja para vigiar o jardim, o nosso velho smartphone é uma câmara de vigilância excelente. Vale a pena experimentar o IPWebcam, com ele podemos estar na cozinha e vermos o que se passa no quintal. Para isto basta instalar uma das app referidas, fixar o smartphone em algum sítio, obter o IP do programa e noutro smartphone, tablet ou pc, no browser, colocá-lo na barra de endereços. Existem apps mais sofisticadas, pagas.

Ver TV na casa de banho

O nosso velho smartphone poderá ser útil como um dispositivo para assistir a conteúdos em locais onde não temos TV ou computador. Existem muitas possibilidades, desde o Kodi, PopCorn, MEO Go, NOS Play, etc.

Ajudante de cozinha digital

Num outro artigo no Cafépreto.net, explicamos como utilizar um tablet velho como ajudante de cozinha digital, ler o artigo poderá dar uma ajuda para fazer o mesmo com um smartphone que já não utilizamos como telemóvel.

Leitor de e-books e jornais online

Se o velho smartphone tiver uma área de ecrã razoável, este poderá ser utilizado como leitor de livros electrónicos, com o Kindle ou o Kobo, por exemplo. Ou ainda, visto que nos podemos ligar à rede sem fios lá de casa, um excelente leitor de jornais online.

Moldura de fotos

Se gosta de ver as suas fotos de família ou viagens, pode utilizar o seu velho smartphone como moldura digital. Instale uma app, por exemplo, Photo Slide Show With Music, escolha as fotos favoritas, também pode escolher música, e coloque-o em cima de um móvel.

Toma o pequeno almoço em casa? Torne-o num calendário dedicado.

Instale o Google Calendar, ligue-o a sua conta gmail, execute a app e deixe-a ficar como única aplicação. Saberá o que tem agendado para o dia, se irão ocorrer aniversários ou algum evento importante.

Mas há muito mais que poderá fazer com o seu velho smartphone, utilizá-lo como relógio e alarme, como rádio, como leitor de música, como ferramenta de aprendizagem para os miúdos, como calculadora, consola de jogos, guarda-lo para emergências, como por exemplo o vidro partido do novo, ou ainda vendê-lo, se o quer fazer dê uma olhada no nosso artigo Espere! Faça 4 coisas antes de vender o seu smartphone