«Quero ser respeitada»

Iyeoka Ivie Okoawo

Iyeoka Ivie Okoawo

 

A Iyeoka Ivie Okoawo é poetisa, cantora e deseja mudar o mundo ou pelo menos tentar. Em 2009 obteve o segundo lugar no Individual World Poetry Slam Champion e em 2010 foi aceite no TED Global Fellow, um programa a nível mundial que consiste numa rede de 300 inovadores e/ou pioneiros numa determinada área. A miúda é também uma activista contra a fome, uma lutadora pela igualdade de direitos entre as pessoas, é neste momento porta-voz da Fundação Amenawon Foundation (instituição que se dedica a apoiar e a melhorar a qualidade de vida das comunidades rurais na Nigéria).

Filha de pais Nigerianos, ambos doutorados na universidade de Boston, Iyeoka exerce farmácia durante algum tempo, porém, acabará por abandonar esta actividade dando inicio à sua carreira como poetisa, cantora, activista e educadora. Na sua língua materna Iyeoka significa “Quero ser respeitada”.

 

 

Desafiando as suas raizes, cultura e influências ancestrais, a Iyeoka oferece-nos uma mensagem genuína e inspiradora para uma «cura» através do «poder do momento».

 

 

A Iyeoka começa a sua carreira musical fundando o grupo «The Rock by Funk Tribe» uma coleção de músicos que a permitiram ligar a sua poesia com jazz, blues, funk e gospel. Em 2004 lança o seu primeiro álbum a solo voltado para músicas-poema chamado “Black and Blues”.

Através da editora que publicou o álbum, começa a fazer digressões e aparece inúmeras vezes como convidada em álbuns de outros artistas, incluído o álbum do projecto «The Press Project’s» com o nome «Get Right» e o «Memoirs of the Tempo» dos «Tempo Valley».

 


 
 
Ligações:

Sítio oficial da Iyeoka
Iyeoka na Wikipedia

 
Fontes:

Youtube, GRIOT GMBH

Seja o primeiro a comentar sobre "«Quero ser respeitada»"

Deixe um comentário