Assobio da Gomera – Linguagem dos montes

Assobio GomeroO mundo é uma caixa de surpresas, quando pensamos que já vimos tudo eis que ele nos mostra que há muito por descobrir nesta bola de água. Quando era criança assisti por diversas vezes a discussões acesas no grupo de amigos do meu pai. Uma discussão recorrente era sobre o mirandês, se ele era ou não o segundo idioma oficial de Portugal. A língua mirandesa embora ameaçada pelo desenvolvimento, a vida moderna, a televisão e a Internet, a pressão do português, do galego e do castelhano, resistiu, vai resistindo. Talvez devido a uma forte tradição oral existente na região, passando de pais para filhos, quem sabe devido a algumas influências externas à região. Fiquei orgulhoso e feliz quando vi uma publicação do Asterix em Mirandês. Sem mais desenvolvimentos, ficou-me o fascínio por linguagens resistentes, únicas, intrínsecas à região e à forma estar do seu povo.

Silbo Gomero

A surpresa de que vos quero falar está relacionada com uma linguagem existente no sul Espanha, no arquipélago das Canárias, em La Gomera. Chama-se «Silbo Gomero» Assobio Gomero. Sim, as pessoas falam umas com as outras através de assobios, é uma linguagem assobiada. No video abaixo, uma reportagem da revista Time sobre a ilha e a sua linguagem, o video é em inglês, lamentavelmente não encontrei nada em português.

Herança de pastores

Durante centenas de anos esta linguagem permitiu a este povo comunicar a distancias enormes, quilometros, por entre montanhas, vales e ravinas onde pastavam os seus rebanhos de cabras e ovelhas. À semelhança do mirandês a linguagem resistiu a invasões, catástrofes naturais, à emigração, aos tempos modernos, etc. E, se isto não é já algo surpreendente, fiquem a saber que também usam esta linguagem para comunicar com as cabras e ovelhas.

Um mundo de assobios

silboEm 2009, a UNESCO classificou o Assobio Gomero de Património Cultural Imaterial da Humanidade. Se fizermos uma pesquisa sobre linguagens assobiadas, verificamos que existem centenas de linguagens usando o assobio, desde o Alaska até o Oeste Africano, curiosamente até uma aldeia francesa (Aas, nos Pirenéus) o utiliza. Não espero que entendam o que eles dizem uns aos outros, é praticamente impossível compreender o que dizem, para nós os não falantes desta linguagem não passam de meros assobios aleatórios, no entanto vejam, ou melhor, oiçam clicando aqui um dialogo (numa região do México) assobiado.

 

 

Fontes:

UNESCO

YOUTUBE

SITE OFICIAL DO TURISMO DA GOMERA

WIKIPEDIA

 

Seja o primeiro a comentar sobre "Assobio da Gomera – Linguagem dos montes"

Deixe um comentário