Carrega o smartphone todas as noites?

 bateria do smartphone

Reunimos algumas dicas que poderá utilizar para a carga da bateria do seu smartphone durar mais tempo e também desfazer alguns mitos que não o ajudam em nada.

Gestão da energia

Mesmo em 2016 é difícil ir além das 24 horas sem carregar o smartphone. A tecnologia das baterias evolui lentamente e paralelamente os telefones móveis têm cada vez mais recursos que acabam devorando a melhor bateria disponível. Cabe assim ao software e às definições olhar pela gestão da energia, limitando-a sempre que possível. Infelizmente nunca teremos uma semana de duração, isto deve-se aos ecrãs grandes e brilhantes que vêm acompanhados com Wi-Fi, Bluethooth, GPS, 3G e 4G. Ainda assim é possível estender a duração da carga da bateria, se seguirmos algumas regras e fizermos algumas alterações nas definições do smartphone (e também se mudarmos, um pouco, a forma como o utilizamos).

É sabido que foram surgindo algumas soluções, como a diversidade de “power banks”, carregadores externos USB, que nos permitem carregar o smartphone em qualquer lugar, e alguns modelos de smartphones permitem a substituição por baterias de maior capacidade, com o prejuízo de aumento de peso e espessura do dispositivo. No entanto acreditamos que parte da solução está nas nossas mãos. Não iremos sugerir que utilize menos o smartphone, o nosso objectivo é mostrar-lhe como reduzir o consumo do seu dispositivo sem que ele fique inutilizável.

 

  • Reduza o brilho do ecrã ou coloque-o em modo automático

Mais do que qualquer outro componente do smartphone, o ecrã é o devorador. Reduza o brilho ou (recomendado) coloque-o em modo automático.

  • Defina o tempo de suspensão curto

Nas definições de visualização existe uma opção que permite definir o tempo que o telefone levará a entrar em modo de suspensão (desliga o ecrã, alguns serviços e fica bloqueado), a contar desde o momento em que deixamos de utiliza-lo. Defina um período curto, por exemplo 30 segundos. Se utiliza o seu telefone para ler, terá de alterar estes valores sempre que o fizer.

  • Desligue o Wi-Fi

Faça o mesmo com o Bluetooth. São dois dos grandes consumidores de energia do smartphone. Se não está a utiliza-los, desligue-os.

  • É preciso ir com calma com os serviços de localização

Outros grandes devoradores de energia são os serviços de localização que utilizam o GPS, Wi-Fi e os dados móveis para monitorizarem a sua localização. Retire ou limite os níveis de acesso (no Android) para determinar o consumo destes. Pode fazer as alterações nas definições de localização. Vai ficar surpreendido com o ganho energético.

  • Não deixe aplicações a correr em plano de fundo

Uma das características do smartphone é a capacidade de correr mais do que uma aplicação ao mesmo tempo (multi-tarefa), no entanto também pode ser uma das causas do consumo energético. Algumas aplicações consomem mesmo muito, uma das mais conhecidas como devoradora de energia é a do Facebook. Desligue as aplicações que não está a utilizar, normalmente é conseguido através do botão mais à direita (Android).

  • Não use a vibração

Às vezes preferimos colocar o telefone em modo vibração ao invés do modo de toque. No entanto o modo de vibração consome muito mais do que o modo de toque. Se tem também definida a vibração para o toque no ecrã, quando escreve, etc., desligue esta funcionalidade.

  • Desligue as notificações que não são essenciais

Quase todas as aplicações varrem a internet em busca de actualizações, novidades, mensagens e outras informações. Quando encontram qualquer coisa, emitem um som ou ligam o ecrã e colocam o LED a piscar ou fazem tudo isto. E tudo isto gasta energia. Obviamente, não queremos perder as notificações das mensagens ou das chamadas perdidas, mas se desligarmos as notificações supérfluas estamos a poupar energia e até a eliminar algumas distracções ao longo do dia.

  • Use a opção push no email

Ter o smartphone a verificar constantemente se existe novas mensagens de email é um desperdício de energia. Ao invés de estar sempre a fazer a verificação, porque não definir para que esta ocorra com intervalos de 15 ou 30 minutos? Se não tem nada urgente esta definição irá poupar energia.

  • Modos de poupança de energia

Dependendo do modelo de smartphone, podemos verificar que o fabricante disponibilizou algumas funcionalidades de poupança de energia que vão além do que o Android permite (os iPhones não têm estas funcionalidades). Activando esta funcionalidade, poderá, por exemplo, impedir que algumas aplicações se actualizem em plano de fundo, baixará o brilho do ecrã, desligará as animações e a vibração. Por defeito este modo é activado quando a bateria chega aos 20%, mas podemos aumentar este valor para fazer com que a bateria dure mais tempo. Alguns modelos têm ainda mais funcionalidades. As funcionalidades de poupança de energia devem ser um factor a tomar em conta no momento da compra de um smartphone.

 

Outras dicas para poupar energia no smartphone

Algures, escondidas nos menus de definições, existem diversas opções para desabilitar coisas como sensores ou funcionalidades que nunca usamos. A maioria destas coisas tem um impacto mínimo no consumo energético, porém combinadas a poupança pode tornar-se significativa.

Por fim, tome nota deste truque muito simples. Reinicialize o seu smartphone de tempos a tempos. Ao fazê-lo, resolve de forma inexplicável problemas de consumo energético, entre outros.

 

Esclarecimento sobre os mitos acerca da poupança de energia nos smartphones

  • Fechar as aplicações nem sempre ajuda na poupança de energia: Actualmente, nos sistemas mais recentes, uma aplicação a correr em plano de fundo não consome muita energia, quase nada. Sendo que se a fecharmos e a executarmos novamente, aí sim terá algum impacto no consumo, pois terá de ser carregada novamente na memória RAM.
  • A utilização do Wi-Fi pode, às vezes, ajudar na poupança de energia: Se o sinal do Wi-Fi é forte, é preferível usa-lo quando utiliza serviços de localização, o GPS consome mais do que o Wi-Fi.
  • Não necessitamos utilizar o carregador que vem com o nosso telefone: Um carregador barato pode potencialmente danificar o smartphone. No entanto a maioria dos carregadores fabricados por terceiros são excelentes, alguns deles até o carregam mais rapidamente.

 

Seja o primeiro a comentar sobre "Carrega o smartphone todas as noites?"

Deixe um comentário